Óleo de côco no tratamento contra acne, funciona?

Já sabemos que o óleo de côco é “O QUE HÁ” para hidratar os cabelos, preparar alimentos saudáveis, e até que ele tem uma função antiinflamatória no organismo! Ah! E ainda consegue hidratar as cutículas! Yeah!

É aquele produto que foi “descoberto” e virou o queridinho geral na mesma hora! ❤

Daí tem gente que fica com aquela dúvida:
Será que o óleo de côco ajuda a cicatrizar e tratar espinhas?

-> 3 dermatologistas super TOP’s foram entrevistadas e eis as respostas:

Sejal Shah, dermatologista em NY diz que “Os ácidos gordurosos no óleo de côco demonstraram ter atividade antiinflamatória e antimicrobiana contra propionibacterium acnes (P.acnes), a bactéria envolvida no desenvolvimento da acne”, diz ela. Especificamente, o ácido laurico do óleo de côco mostrou-se eficaz na luta contra muitas bactérias, incluindo P.acnes.

O óleo de coco também é muito hidratante, o que parece ser o oposto para quem quer tratar acnes, mas muitos outros tratamentos usados ​​para tratá-las deixam a pele seca, o que pode tirar a pele de seus óleos naturais. “Manter a integridade da barreira da pele é essencial não só para o tratamento da acne, mas também para ajudar a cicatrizar lesões de acne com cicatrizes mínimas”, diz Jennifer M. Segal, dermato no Texas. 

A pele seca leva mais tempo para curar, enquanto a pele nutrida é mais capaz de tolerar ingredientes que combatem a acne como retinóis, ácidos hidroxi alfa e beta e peróxido de benzoíla, o que também significa uma pele mais clara. Ebaaaa!
Masssss, ATENÇÃO!! Nem tudo é o que parece.

Quando se trata de acnes no geral, a dermatologista Libby Rhee, de NY diz que o maior culpado por trás da acne é o poro entupido, e é ele que resulta na inflamação. 

Como o óleo de coco é muito comedogênico, classificou 4 em 5 na escala de comedogenicidade, diz Shah. Isso o torna super obstruído. Se deixado na pele, isso pode tornar sua acne ainda pior. 😦

RESUMO DA HISTÓRIA:
Devido às qualidades potencialmente microbianas, hidratantes e calmantes do óleo de côco, essas mesmas dermatologistas dizem que poderia funcionar para tipos propensos a acne … mas há uma indicação diferente ao uso dele. 

“A melhor maneira de usá-lo é como um removedor de maquiagem ou parte de uma rotina de limpeza”, segundo a dermatologista Shah. Por ser um óleo, ele se liga com sebo e outras impurezas, retirando restos dos poros enquanto nutre a pele. 

Mas depois de usá-lo, é importante remover todos os vestígios do óleo com um segundo limpador. Uma vez que o óleo de côco seja tão comedogênico, você não gostaria de deixar nenhum resíduo na pele né? Este método de limpeza dupla permite que você colha os benefícios calmantes do óleo de côco, sem se arriscar a grandes problemas.

Lendo todo esse post, se você ainda assim quiser usar o óleo do côco no rosto, a Dra Rhee sugere a procurar um que não seja refinado (e assim muito provavelmente também não tenha cheiro). “Ele tem um ótimo equilíbrio de ácidos graxos naturais, que pode ser eficaz como um hidratante para a pele saudável”. 

MINHA OPINIÃO:
Eu TALVEZ usaria o óleo de côco somente para limpeza, mas existem tantos produtos maravilhosos para tratamento da pele (limpeza, tônico, hidratantes, anti acne…) que eu prefiro não arriscar. 🙂

E você? Já usou o óleo de côco? Arriscaria? Me conta…

Bjs e bom começo de ano! Afinal, o Carnaval acabou! Hahaha! ❤
Fonte: Women’s Health USA

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s