Motivação para prática de exercícios físicos 

Ebaa! Mais um post do Coah Denis Foschini. E hoje o tema é motivação!
Sabia que você pode se auto motivar e também se boicotar? No post de hoje teremos dicas para serem aplicadas na prática, e te ajudarem a não desistir so seu objetivo!
FOCO GALERA!! O projeto #30diasnofoco está bombando no Insta! Vai lá ver!
-> @nathaliaekstein

#getinspired,
Nathy ❤

—————————–
Prof. Dr. Denis Foschini
É doutor em ciências pela Universidade Federal de São Paulo, Membro do “Institute of Coaching at McLean Hospital – Harvard Medical School”, especialista e mestre em Fisiologia do Exercício, autor do livro: “Prescrição e periodização do treinamento de força em academias”. Atualmente pesquisa e atua em Fitness e Wellness Coaching e é Sócio/Diretor da Precision Fitness.

Manter a motivação para a prática regular do exercício físico é um problema para você?Sabe que existem diferentes formas de regular a qualidade da sua motivação?

Você já deve ter percebido que se sente mais motivado(a) para fazer determinadas coisas quando o controle é SEU!!! É o que chamamos de motivação autônoma.

Por outro lado, quando realizamos algo que é motivado por fatores que não dependem exclusivamente de nós (recompensa externa, reconhecimento de alguém, quantidade de curtidas em suas redes sociais por exemplo), ficamos mais vulneráveis à desmotivação, uma vez que, se esse gerador de motivação deixar de “existir” ou não for mais importante para você, a motivação vai por “água a baixo”.

Não estamos querendo dizer qual é a melhor forma para você, só você poderá dizer isso. Porém, selecionamos ALGUMAS estratégias usadas em coaching que podem ser adotadas, tanto por profissionais para auxiliarem seus clientes, como por qualquer pessoa que queira manter-se motivada na prática regular de exercícios físicos.

1. Procure em sua memória qual ou quais foram suas melhores experiências com exercício físico ao longo da vida;

2. Pense se existe algum exercício disponível para você que tenha os mesmos componentes dessa(s) boa(s) experiência(s);

3. Outro caminho é experimentar diferentes formas de exercício ou atividade física.

4. Depois de experimentar, faça uma escolha racional considerando sua satisfação e benefícios esperados;

5. Procure aqueles exercícios que te gerem maior grau de prazer e busque informar-se sobre os benefícios físicos e psicológicos do exercício;

6. Procure fazer exercício orientado por um profissional de EF, participe com seu treinador(a) da montagem do seu treino;

7. Indique para o seu treinador quais exercícios você gosta e quais você não gosta, peça para ele considerar isso na orientação do seu programa.

9. Organize as sessões de exercício de acordo com suas possibilidades atuais – compare-se somente com você mesmo(a).

10. Reflita como o exercício físico está relacionado com seus valores pessoais.

Contatos:
Facebook: Denis Foschini
Insta: denisfoschini
email: denisfoschini@gmail.com
Site: precisionfitness.com.br

  

4 comentários »

  1. Otimo texto bem explicativo.
    Eu tive uma experiencia ruim com uma pessoa que gritava quando eu fazia exercicios. Ai eu traumatizei. Estou fazendo uma vez na semana um hit. Ate gosto de pular corda mas preciso vencer esse trauma.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s